quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Notícia ruim logo de manhãzinha pela TV não dá!

Ontem acordei mal. Fora algumas dores pelo corpo (será um resfriado?), mil coisas pra fazer antes de viajar, escuto pela TV uma notícia sobre os nomes escolhidos para as secretarias do novo governo do Distrito Federal. Para meu horror, um desses é o de uma pessoa que jamais escolheria para cargo algum, pois eu e mais algumas pessoas fomos prejudicados por ela. Não é implicância minha, tenho motivos concretos de sobra para achar e dizer isso (inclusive documentação por escrito que fiz questão de NÃO jogar fora caso necessite algum dia). Minha vontade é de espalhar aos sete ventos certas coisas mas quase ninguém vai me ouvir. Afinal, não tenho o tal do PODER nas mãos...

Agora imagine a seguinte situação: você é amparado por leis e/ou regras enquanto faz parte de uma determinada instituição mas, por questões, digamos, estatísticas, e de questões políticas obscuras, você é pressionado a abrir mão de seus direitos. Uma das esperanças é recorrer à pessoa que, teoricamente, teria "poder" para resolver isso de maneira inteligente, rápida, da melhor forma possível e sem ninguém sair prejudicado. Porém, essa pessoa, além de não tentar resolver uma situação  a qual teria a obrigação de resolver, não olha nos seus olhos e nos de seus colegas numa reunião na qual você e eles estão presentes...puxa, acho que não éramos tão repugnantes assim, OU ÉRAMOS???!!!!

Morro de vontade de citar o nome da pessoa aqui mas prefiro não fazer isso. Sei lá, vai que a infeliz resolve me processar. A princípio, creio que não, pois a figura, aparentemente, não olha para quem "é de baixo". Mas vá que agora com um cargo alto no GDF resolva querer aparecer...tudo bem, tudo bem, aqui se faz, aqui se paga. E não fico mais brava ainda porque, no final, de tão persistentes, eu e meus colegas ganhamos a questão.

Em homenagem à essa figura aí, vai um videoclipe do genial grupo de rock peruano La Sarita. A letra da música está aqui .

3 comentários:

Daniel Savio disse...

Realmente parece que o poder enlouquecer tão facilmente...

Contudo, não se pode desistir da justiça em si (por causa dos ridiculos que aproveitam da lei para fazerem o querem).

Fique com Deus, menina Sil.
Um abraço.

Clara disse...

Huuum, Sil, que droga né??? Também tem muitas coisas que eu tenho vontade de cuspir no blog, mas por questões éticas (que tais pessoas não tem) eu me controlo. É uma droga. =/

Beijos florr

Stella disse...

Realmente, isto é para deixar qualquer um revoltado. Imagino como vc está se sentindo, ver uma pessoa que não merece (e diss vc tem certeza) ocupar um cargo importante, desanima e faz com que deixemos de acreditar em muitas coisas.