domingo, 25 de abril de 2010

Apaixonada por quatis!


Não resisti. Resolvi fazer outro post sobre os quatis, espécie pela qual fui tomada por uma paixão avalassadora e incondicional. Acho que Deus estava inspirado no dia em que criou esse bicho. Deve ter pegado um pouco de "massinha" para brincar e foi esticando, esticando. Desse jogo de estica-estica saiu o focinho do Quati. Aí então Deus, gostando da brincadeira de espichar as coisas, resolveu alongar também a parte de trás daquela "massinha". Dessa travessura, apareceu o rabo do Quati. Feliz com sua criação, resolveu enfeitar o bicho: pegou um pincel e pintou listras no rabinho dele, espalhou macios pelos por seu corpo, mas também longas e afiadas garras para que pudesse se defender. Por conta dessas ferramentas de defesa, não cedi à tentação de botar vários dos quatis no colo, embora parecessem, algumas vezes, dóceis criaturas selvagens...

Aliás, fiquei impressionada com suas garras. De tão longas, certamente os quatis ficariam bem elegantes com um bom esmalte vermelho nelas. Eles têm potencial para serem os animais mais "fashion" das florestas...

2 comentários:

Daniel Savio disse...

Mas são animais bonitos, mas você acredita que que nunca vi um animal selvagem brasileiro, tipo tamanduá, tucano e coisas assim...

Fique com Deus, menina Sil.
Um abraço.

Clara disse...

Lindooooss e adoráveis!

E ficaram MARAVILHOSOS com unhas vermelhas!! rs

bjo grande!