domingo, 11 de julho de 2010

Metrocable: solução diferente para o transporte público em Medellin

Uma das coisas que mais surpreendeu a gente aqui em Medellin foi o Metrocable, conjunto de vários teleféricos que transporta até oito pessoas numa cabine. Ele está interligado a linhas de metrô tradicionais, de superfície e se localiza em algumas favelas da cidade. Achei genial a idéia: além de ser uma opção de transporte prático para a população, serve também como atração turística, pois o visual lá de cima é lindo.

No primeiro tramo de Metrocable que a gente tomou, a gente se surpreendeu com a longa distância que ele vai cortando por cima das montanhas. Nesse, após a última estação, ainda havia outro tramo, para ir ao Parque Arví. Depois de passarmos pelas favelas, ainda havia um longo trecho no qual "voávamos" por cima de diferentes vegetações, até chegar ao Parque. Da outra vez que pegamos o Metrocable, pegamos um tramo que, em vez de apenas subir e subir, subia e descia, subia e descia. Nesse, cheguei a me sentir levemente mareada, pois, ao contrário do primeiro, a cabinezinha chegava a fazer um movimento levemente pendular que também me serviu como "momento nana neném": saí dele com um baita sono....

Lá de cima a gente via e ouvia tudo, esse tal de Metrocable parece um verdadeiro "Big Brother Alado": crianças brincando e gritando dentro das escolas e nas ruas, gente papeando, gente pegando ônibus, gente de bicicleta, cachorros latindo, motoristas buzinando, salsa tocando... Aliás, algumas casas ficam próximas demais da via de passagem das cabines, deu para a gente ver uma mulher varrendo sua casa, um senhor assistindo tv em sua sala, várias cenas do cotidiano. Penso eu que, se bobear, muita gente deve ter visto muito mais de dentro das cabinezinhas voadoras...

O custo para se andar de Metrô e Metrocable aqui é de 1550 mil pesos colombianos (COP), o que equivaleria a mais ou menos um real e sessenta centavos. No trecho que dá acesso ao Parque Arví (no qual "voamos" em cima das árvores para chegar a esse lugar) o bilhete custa o equivalente a 5 reais, aí já é essencialmente turístico.

Fiquei imaginando como funcionaria um Metrocable no Rio de Janeiro: quem sabe não funcionaria bem por lá também?

5 comentários:

Stella disse...

Sil, acho interessantíssimo este tipo de transporte. Já conhecia de uma reportagem que assisti no Fantástico. Que bom que na Colômbia funcionou tão bem!

Rui Séve Samarcos Lóra, disse...

Uau, que doido!!! Nunca vi nada igual... deve estar divertidíssimo por ai... Eu, perdi três vôos seguidos, tive de dormir em frankfurt, ir para Londres e estou sem Bagagem, além de ter perdido o voo para BRasilia... aff!! Salve Colombia!

jefhcardoso disse...

Silvana, incrível o Metrocable. Realmente digno de nota.

Abraço de Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com viajando com você.

Daniel Savio disse...

Hua, kkk, ha, ha, com certeza é algo novo para se pensar...

Fique com Deus, menina Sil.
Um abraço.

Dagoberto Correia de Souza disse...

nos mêses de maio e junho fiz uma viagem desde Cartagena de Índias na Colômbia até Puerto Iguazú na Argentina. Tudo de ônibus, viagem maravilhosa. Me encanta a América do Sul. Sou de Salvador-Bahia e tenho um blog onde relato minhas aventuras: http://goturismo.blogspot.com