segunda-feira, 20 de julho de 2009

Feliz reencontro do perro peruano com a Sil

Esse aqui até que não era tão feinho...

Já este, coitado...

Pelo menos é simpático e carinhoso...

Lembram-se do post sobre o Alex querendo me dar de presente um perro peruano? Quem não o leu, leia aí. Pois é, quando fomos visitar as ruínas de Pachacamac, citadas no post do sábado, quem eu encontro justamente ali próximo à entrada do sítio arqueológico? Justamente o dito cujo!!! Estou saindo do banheiro e...que susto: lá vem um "belo" exemplar deles galopando feliz e contente em minha direção. Parece marcação...só porque tenho birra desse cachorro, lá vem ele me abordar... Aliás, desconfio que tenha sido uma armação entre Alex, que lá estava conosco, e um desses perros, pois como bom veterinário deve ter lá seus dons secretos para se comunicar com os animais e como bom primo, adora armar situações para atazanar as primas, sobretudo as vindas do Brasil...

O bicho é feio, mas pelo menos é simpático...não resisti e tirei foto ao lado de um deles lá em Pachacamac. Os arqueólogos encontraram representações desse cachorro desde, aproximadamente, o ano 300 A.C em várias culturas pré-incaicas...é, o bicho tem história. Quem quiser saber mais sobre o perro peruano, que muitas pessoas no Peru usam para ajudar a amenizar os sintomas da asma e reumatismo dormindo abraçadas com eles, é só clicar aqui.

4 comentários:

Daniel Savio disse...

Huhum, pelo jeito está andando muito...

Espero que traga boas histórias desta viagem...

E feliz dia dos amigos.

Fique com Deus, menina Sil.
Um abraço.

Fabiana disse...

Feio??? Muita delicadeza, né, Sil??? :-P

lilly disse...

olha ele pode ser carinhosinho, mas é feiosinho...
dá impressão de ser perebento não?
a loba cristina é uma fofa , peludona, pastor alemão...de uma olhada no meu blog, em meus pets...
e ela adora abraços, palavras de carinho.
mesmo se ela fosse feia eu iria ama-la...
aceite o cãozinho mulher má!
hehehehhe
bjo
lilly

Ana disse...

Sil,
O Sergio jah te contou da cena classica que aconteceu na nossa familia com a palavra "perro" no Chile? Quando li o titulo do seu post, sorri soh de lembrar. O contexto nao tem nada a ver com o conteudo do post, mas achei que voce ia gostar de saber da historia.

Estavamos nos morando em Chile quando nossos avos, e a irma da minha avo (tia Ana) foram nos visitar. Voce sabe.. familia grande, aquela bagunca. Nao lembro qual a ocasiao, mas nos tinhamos peru para o jantar. Todo mundo naquela farra, naquela bagunca, quando eu vejo minha tia saindo da cozinha com a cara de "nao sei o que esta acontencendo" e a cara da moca que trabalhava conosco com cara de "jura que esse eh o tipo de familia que voce tem?!"

Minha tia estava na cozinha, arrumando as coisas para o jantar. Jah tinha experimentado umas tacas de vinho (esse detalhe eh para voce imaginar o tom de voz da dita cuja). A tia, querendo ajudar os andamentos das coisas, deu a ordem super clara para a empregada: "cuerta el perro chiquitito, por favor". A tia, nao fluente em espanhol, traduziu peru como perro. Os dois comecam com erre... A pobre moca nao entendeu nada e soh abriu os olhos. A tia repetiu "el perro, el perro! pedacos chiquititos!".

Jah viu, ne? Foi risada ate o final da noite... o perro chiquitito estava, entretando, delicioso... rs...