domingo, 14 de março de 2010

Agora minha "vítima" é a empresa de telefonia Oi

Ontem minha "vítima" de mais um episódio "Tolerância Zero" foi a Oi. Aliás, essa empresa deveria é se chamar "Tchau", isso sim. Estou há dias querendo saber uma informação muito simples: quais os documentos necessários para minha mãe trocar o nome na conta de telefone de meu pai pelo dela. Cada atendente de lá me dá uma resposta diferente, acreditam?

Como das outras vezes não anotei com quem eu falei ao telefone ou digitei no atendimento online do site da empresa, ontem resolvi "perder um tempo" fazendo a "experiência" de novo, mas dessa vez registrando tudo direitinho: conversei com três diferentes atendentes e salvei os textos do chat num arquivo à parte. Depois, fui no link de denúncias da própria Oi, registrei minha reclamação e anexei esse arquivo para eles examinarem. Aproveitei para fazer uma rápida análise dos textos e apontar a eles erros grotescos de atendimento ao cliente. Além de cada atendente e mais uma supervisora (ao todo, quatro pessoas) não me darem a mesma informação (será que posso confiar nessa supervisora?), elas, logo no início da conversa, vão perguntando se podem mandar um tal formulário para o meu e-mail, que deve ser preenchido e entregue com os documentos, além de ser enviado para o endereço tal. Só que, depois, por meio do atendente da Oi pelo telefone, venho a saber que esse formulário está no próprio site da empresa(!!!!!!). Porque então a insistência das moças em saber se podem enviar o dito cujo para meu e-mail se ele está tão fácil de "baixar", ali mesmo no site da empresa? Eu nem procurei o formulário ali, pois do jeito que elas falavam, parecia que o tal só era mesmo encontrado nas lojas da Oi ou enviado por e-mail por elas mesmas...

E outra: não sei como elas tem coragem de dizer que a lista de documentos está nesse formulário, porque ali só se fala dos documentos necessários no caso de pessoa jurídica ou de maior de 16 e menor de 18 anos...dá a impressão que elas tem preguiça de te informar e querem te empurrar logo uma coisa pronta...pronta mas que não contém a informação que preciso...

Detesto que me façam de palhaço. Enumerei nove ítens que precisariam ser trabalhados de imediato com os atendentes lá da Oi como sugestões. Não vou citar todos aqui porque o texto ficaria enorme e cansativo. Mas quem quiser pode me perguntar via e-mail, mostro tudo. Estou esperando a resposta da empresa à minha reclamação. Quando esta vier, conto a vocês.

4 comentários:

Clébio disse...

Sil, amanhã é o Dia do Consumidor, apesar aos últimos acontecimentos contigo gostaria de saber se você estaria interessada em elaborar um texto alusivo à data para ser publicado no meu blog, o que acha? Será que rola?

Abraços

Lilian R. Paccagnella disse...

pois é, vc é vitima da Oi e não o contrario
empresas de telefonia adoram nos deixar esperando e ir nos passando de telefone em telefone em que temos que explicar pra cada atendente o nosso problema,
no final a linha cai, ou eles não resolvem bosta nenhumaaaaaaaa
bj
lilly

Clara disse...

Eu já tive problemas com a TIM, tive ir no procon, mas ganhei a causa! Parece que me vi quando estava lendo seu texto! No meu caso eu usei a internet 3G e a velocidade ficou reduzida a quase 10kb por 1 semana sem motivo, sendo que era ilimitado!! grrr

Eu uso o celular da Oi e nunca tive problemas.. talvez foi sorte de nunca ter pego alguém assim para ser atendido.. igual meu namorado, que nunca teve problema com Tim.

Boa sorte aí nas suas reinvindicações!! Tem que fazer isso mesmo! Procon aê!!

Daniel Savio disse...

Pior de tudo é quando você quer terminar a conta, ai vira um inferno mesmo...

Fique com Deus, menina Silvana.
Um abraço.