sábado, 28 de fevereiro de 2009

Comer pimenta: mais um jeito de emagrecer II


Nos últimos três dias, reparei no Feedjit e no Google Analytics que muita gente começou a cair acidentalmente neste blog por causa de um post que escrevi em outubro do ano passado entitulado: "Comer pimenta: mais um jeito de emagrecer". Ontem então foi uma loucura: creio que uns 80% dos internautas estiveram aqui por conta da pimenta. Às vezes eu olhava pro canto esquerdo do meu blog e o Live Traffic Feed mostrava quase todo mundo na esperança da busca de mais informações sobre o emagrecimento "apimentado": era gente de diferentes estados como São Paulo, Goiás, Piauí, Rio de Janeiro, Paraná, Pernambuco, Mato Grosso do sul, entre outros. É incrível como as chamadas para o Globo Repórter de ontem, durante a semana, que teve como tema a relação entre a cura de doenças e as especiarias, fizeram efeito entre os telespectadores!

E Humberto tinha mesmo razão, não era só especulação dele ...realmente a pimenta ajuda a emagrecer! Eu não sabia que cientistas já haviam comprovado isso. Fiquei super feliz, já que adoro pimentas. E isso é meio genético em minha família: meu pai, como bom chinês-peruano, come daquelas pimentas bem bravas cruas, como se estivesse comendo um mero pedaço de pão...

Estou curiosa agora em saber se o povo todo que está pesquisando no Google sobre o uso da pimenta para auxílio no emagrecimento vai colocá-la no cardápio diário ou não. Venho notando como as diferenças entre as culturas é forte: geralmente, no Brasil, os restaurantes que fazem comida indiana, peruana, chinesa, mexicana, entre outras, têm de adaptar os pratos todos porque boa parte dos brasileiros não aguenta comer pimenta. Volta e meia alguém chega e me comenta: "Ah, mas come uma pimenta baiana pra você ver...". O pior é que as pimentas baianas, apesar de boas, são suaves perto das que muitos povos pelo mundo afora usam...e mesmo assim tem gente que não as suporta. Aliás, conheço gente por aqui que consegue sentir ardência forte até mesmo com pimenta do reino (!!!).
Por isso me pergunto: será que essa moda de emagrecer comendo pimenta vai pegar aqui no Brasil?

Agora, em relação à reportagem: o programa enalteceu o uso da pimenta e de várias outras especiarias, como ótimas para a saúde. Mas ninguém disse nada em relação a aqueles que têm problema de hemorróidas...e aí, como eles fazem?

Crédito da foto

5 comentários:

NowaY disse...

Qto a sua questão... Eu só posso dizer ao povo que comam felizes e sentem no troninho mais felizes ainda.

Bjim!

Fabiana disse...

Concordo... Comerão loucamente.... Vão akbar emagrecendo graças A pimenta por bem ou por 'mal'..... :-P

Haja jornal, papel higiênico e outros para dar conta da demanda.... :-D

Bella disse...

Bom, como essa de trono ñ é comigo, eu não preciso emagrecer(aliás, há quem diga que eu devo engordar)e tb ñ sou muito fã de pimenta...acho que ñ vou tentar essa nova "acadamia"...rs

Nilcéia Antonioli disse...

Sabe que eu já andei lendo sobre isso, sei de alguns modelos que comem pimenta ( aquela vermelha dedo de moça) prá acelerar o metabolismo, a saber, queimar mais rapidamente a gordura, a coisa é séria!
Eu sei que ela emagrece basicamente por duas razões, a primeira é essa aí acima - ACELERA O METABOLISMO
a segunda - Bah, TÁ NA CARA!!!
Tem gente que simplesmente não come rsrsrs, aí perde peso mesmo rsrsr!
Mas... quanto as hemorróidas, aí é coisa pra um estudo profuuunnndooo se é que vc me entende rsrsr!!!
Em Minas Gerais e Bahia a coisa esquenta, aqui no sul o pessoal prefere só de leve apimentar as coisas... eita povo frio sô rsrs!

Andréa disse...

Eu só comia pimenta de vez em quando, em pratos especificos, como o acarajé e o sururu. Confesso que depois que soube que ela acelera o metabolismo como diariamente. E tá me fazendo tão beem!